segunda-feira, 24 de outubro de 2011

O balão e as mentes brilhantes

Consigo comparar algumas mentes brilhantes com um balão de gás hélio

De tanto encher, sobem aos céus ou simplesmente estouram
Se estouram, conseguem espalhar o seu conteúdo pelo ar
Beneficiando tantos outros com seu conteúdo
Sacrificando sua própria forma pra isso

Mas se sobem aos céus, se sentem altos, superiores
E infelizmente sobem alto demais
Onde nada vão significar
Pois não terão com quem se relacionar lá em cima

Não enxergarão a realidade de lá de cima

3 comentários: